EM BREVE ÁREA MÉDICA

FALE COM SEU MÉDICO

PHENIBUT
Indicações

É um agonista do ácido y-aminobutírico (GABA). É uma droga neuropsicotrópica com ação ansiolítica e nootrópica (aumenta a cognição). Além disso, estimula os receptores de dopamina e antagoniza beta-feniletilamina. É amplamente utilizado para aliviar a tensão, ansiedade e medo, para melhorar o sono em pacientes psicossomáticos ou neuróticos; bem como uma medicação pré ou pós-operatória. É também usado para fadiga, alcoolismo, batimentos cardíacos irregulares, na terapia de desordens caracterizadas por astenia e depressão, e também em transtorno de estresse pós-traumático, distúrbios vestibulares e gagueira. Tem sido indicado para melhorar a memória e o aprendizado. No âmbito esportivo, o Phenibut possui efeitos sobre a indução do sono REM e na estimulação de GH, por ser semelhante ao GABA. Estudos demonstram que o GABA estimula a produção de GH no repouso e após a atividade física.


Mecanismo de Ação

O GABA é um neurotransmissor muito importante, conhecido por ser o transmissor inibitório primário encontrado no cérebro e sistema nervoso central. Em geral, Phenibut é quase idêntico ao GABA, com exceção do aumento da capacidade de atravessar a barreira hematoencefálica. Há maior facilidade de penetração do Phenibut, porém o efeito farmacológico é o mesmo em comparação com o GABA.

Os seus efeitos são atribuídos à hiperpolarização de neurônios GABA ou GABA receptores.

No que diz respeito ao seu efeito antidepressivo e antinociceptivo (alívio da dor), Phenibut parece funcionar agindo no receptor GABA.

Phenibut ajuda a melhorar algumas habilidades cognitivas. Isso inclui a melhoria da memória e uma capacidade expandida de aprendizagem, juntamente com a capacidade para recordar memórias e detalhes mais fácil e mais rapidamente. As evidências indicam que este suplemento pode ser capaz de apoiar a melhoria da comunicação neuronal entre os 2 hemisférios do cérebro. Em muitos casos, isso também pode levar à melhoria das habilidades de resolução de problemas, além de melhorar o pensamento criativo.

Outra vantagem interessante é a melhoria do sono. Funciona como um sedativo, não só para relaxar, mas também para adormecer. Não só isso, mas também promove uma melhor qualidade do sono.


Dosagem / Posologia

1. Efeito ansiolítico: As doses para redução de stress e ansiedade não produzem sonolência nem efeito hipnótico, variando de 65 a 500mg 1 ou 2 vezes por dia.

2. Efeito nootrópico: 65 a 500mg 1 ou 2 vezes por dia.

3. Efeito cardioprotetor: Aumenta a capacidade de contração do músculo cardíaco e incrementa a relação com relaxamento. 100 a 500mg ao dia. Para crianças a dosagem recomendada é de 25 a 50mg (2 vezes ao dia) a partir de 6 anos de idade.

 

Reações Adversas

É sempre aconselhável começar pela sua menor dose eficaz e aos poucos, aumentar a dose se necessário, para verificar a tolerância do organismo de cada um. Também é aconselhável não tomar por longo período de tempo.
É muito importante controlar bem as doses, pois pode causar dependência se utilizá-lo em doses altas e por longo período de tempo.

Sonolência em pacientes geriátricos. Uma desvantagem da terapia com o Phenibut é o desenvolvimento de tolerância. Em alguns pacientes, após 2 semanas de tratamento, a dose teve que ser aumentada de um quarto para um terço. Alguns sintomas foram relatados com seu uso como náuseas, tonturas, alterações gastrintestinais, alteração de memória, euforia, diminuição da inibição, letargia e cansaço.


Contraindicações

Seus efeitos são drasticamente amplificados quando consumidos com álcool e certos medicamentos, incluindo benzodiazepínicos, tendo em conta os mecanismos farmacológicos semelhantes de ação sobre os receptores GABA para todas essas substâncias. Por isso, não é recomendado ingerir Phenibut com outras drogas gabaérgicas.

Pacientes que utilizam inibidores da MAO ou medicamentos para epilepsia como carbamazepina ou oxicarbazepina devem consultar o seu médico antes da suplementação com Phenibut. Não deve ser administrado em pacientes com Parkinson.

 

Precauções

Não foram relatadas na literatura consultada

 

Interações

Quando combinado com outros fármacos ou substâncias podem ocasionar efeitos e reações. O uso de altas dosagens de Phenibut (acima de 2g por dia) com GHB ou benzodiazepínicos podem induzir a depressão respiratória, levando a perda de consciência e até mesmo da morte. O uso do álcool aumenta a chance de amnésia temporária e perda de consciência.



CERTIFICAÇÕES
Client Image
Client Image
Client Image
Client Image